quarta-feira, 29 de julho de 2009

Mais um pedido?!

Tenho muitas heroínas, muitas!

Já falei da Mulher Maravilha, citei Amelie Poulin e é claro, AMO As Panteras!
Alguns puristas torceram o nariz para as versões da série para o cinema. Eu gostei muito! Leve, divertido, colorido, repleto de músicas pra dançar, curtir, recordar e claro, cheio de mentiras...

E como hoje é dia de soprar as velinhas e fazer um pedido, eu queria muito ser esse trecho do filme:


video

38 anos...

Hoje é meu aniversário!

Dia de celebração, alegria, renovação, reflexão...

Whish list... Honestamente? Queria pouco...
* que minha tia Alcina tivesse me visto casar, engravidar, ser mãe, levar minha filha ao ccolégio, fazer 38 anos...
* que meu pai tivesse me visto ser mãe, levar minha filha ao colégio, fazer 38 anos......
* que minha tia Glória me visse completar 38 anos...

Todo o resto a gente conquista, a gente vive conserta...
Todo dia a gente pensa um pouquinho, chora um pouquinho e se acerta...
Todo dia a gente agradece por estar vivo e por ser feliz!

E hoje quando completo 38 anos não poderia ser diferente!


Se eu tivesse a oportunidade de ter o dom que quisesse, queria ao menos por um dia, ou pelo menos por uma música ter essa voz, e cantar essa música.
Que dom vocês gostariam de ter, por que?

E vocês, cantam comigo?!


video

Last dance
last dance for love
yes, it's my last change
for romance tonight

I need you, by me,
beside me, to guide me,
to hold me, to scold me,
'cause when I'm bad
I'm so, so bad

So let's dance, the last dance
let's dance, the last dance
let's dance, this last dance tonight

Last dance, last dance for love
yes, it's my last change
for romance tonight

Oh, I need you, by me,
beside me, to guide me,
to hold me, to scold me,
'cause when I'm bad
I'm so, so bad

So let's dance, the last dance
let's dance, the last dance
let's dance, this last dance tonight

Yeah, will you be my Mr. Right?
can you fill my appetite
I can't be sure
that you're the one for me
but all that I ask
is that you dance with me
dance with me, dance with me, yeah

Oh I need you, by me,
beside me, to guide me,
to hold me, to scold me,
'cause when I'm bad
I'm so, so bad

So let's dance, this last dance
let's dance, this last dance
let's dance, this last dance tonight

Oh I need you, by me,
to beside, to guide me,
to hold me, to scold me,
'cause when I'm bad
I'm so, so bad

So, come on baby, dance that dance
come on baby, dance that dance
come on baby, let's dance tonight...

terça-feira, 28 de julho de 2009

Cabeça pra lá de feita!

Pedras escuras, simplicidade e classe.

Meu pai era do Ceará, tive parente até no cangaço, talvez por isso tenho essa "Síndrome de Maria Bonita"!

Vamos ressaltar que a "Síndrome de Maria Bonita" não é "Síndrome do Display de Prendedores Humano" -( sem fotos claro, mas a idéia é: quantidade de tic-tacs, mini-piranhas e derivados usados é maior que a proporção de área oferecida...)!

Casquete: versátil, diferente e valoriza qualquer visual!

Adoro usar acessórios nos cabelos. Não é porque temos cabelo curto que não vamos lançar mão da enorme quantidade de produtos oferecidos para personalizar o visual. Acredito até que determinados adereços combinam mais com cabelos curtos, mas isso é absolutamente pessoal né!
Tenho vários enfeitinhos, de diferentes tamanhos e materiais e na medida do possível adquiro mais e mais e mais...
Mas existe um porém: cair na repetição, não que eu me canse do que eu tenho, mas não curto uniformização de produtos ou estilos e procuro sempre algo diferente, mas que tenha a minha cara.
Metal+ Miçanga= Centro das Atenções!

Encontrei numa manhã de sábado o simpático Izio com suas peças na Feirinha da Saenz Peña - ADOREI! Os produtos são diferentes, de qualidade e honestos, fora o prazer que você vê nele mostrando seu trabalho, falando dele, falando sobre as futuras coleções... Izio é um profissional que pesquisa e valoriza seu trabalho e sabe conquistar seu cliente através da confiança e da gentileza, algo totalmente vintage...

Feminino, delicado e clássico.


Os materiais utilizados variam: pedrarias, palha, metal, miçanga, renda... tem opções bacanas e divertidas para todos os estilos, e o melhor, bom preço!
Quer saber mais? Entre em contato com ele: iziobyrio@gmail.com ou (xx) 21 25085122, ou passe na Feirinha - sextas e sábados na Praça Saenz Peña!

E você, me conta, como faz para se destacar na multidão?

segunda-feira, 27 de julho de 2009

If only...

Mamãe quando eu crescer quero ser essa música...


video

E quero todo mundo dançando enquanto me sente passar pelos 5 sentidos...

domingo, 26 de julho de 2009

Se o meu blog falasse...

"No meu Crossfox eu vou saiiir,
vou dançar, me divertiiir,
não vou ficar mais te esperando,
pois agora eu sou DEMAIS"

sábado, 25 de julho de 2009

O Primeiro a gente nunca esquece...

Iniciar um blog parece algo fácil, mas não é.
Não é só escrever um monte de baboseiras, ou como tem acontecido, procurar algo legal, copiar e colar.

Você se torna vulnerável se expondo, pesquisa artigos para não falar bobagens... Isso demanda tempo, dedicação, mas em troca você aprende muito sobre muita coisa, troca idéias, cresce e conhece pessoas muito especiais...

Glorinha me passou esse meme ( presente ) , um doce de pessoa essa louquinha, preciosa demais essa lembrança!

Obrigada querida, do fundo do coração!

Minha lista nota 10

País: Inglaterra ( dividido com a França, mas como não domino a língua...)

Marca de batom: Nesse ponto eu sou volúvel...



Perfume: Loulou de Cacharrel - me passa a sensação de que tudo posso...


Revista de Moda: Estilo, In style, Vogue, Elle...






Curiosidade sobre mim: eu adoraria ter um vozeirão e passar a minha vida cantando, ADORO um palco... aliás, já até fiz uns shows...

Do you believe this woman is me...


Msn :resabino arroba hotmail ponto com - mas nunca uso!
Minhas presenteadas:

Milena e Renata do MAKEUPalooza
Juliana do She´s Expensive
PriBarbie do Shampoo de Laranja
Cynthia do Pensamentos Insanos
Mel do TPMática


Para encerrar, a DIVA maior cantando!

video

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Tempo de brilhar...


SOL EM LEÃO

Elemento: FOGO
Planeta regente:
SOL

Após a "gestação" de Câncer, em Leão afirma-se o poder individual, a força solar, a auto-expressão.

Signo de liderança, criatividade, entusiasmo e afetividade expansiva.

É o fogo em sua majestade e exuberância.

Regido pelo coração, tem como ensinamento espiritual ser "governado" pelo amor e generosidade.

O leonino busca o reconhecimento, e devido a isso pode se expressar de forma firme, dramática ou arrogante, autoritária.

É regido pelo astro-rei Sol, o que confere brilho e criatividade.

Evoca o desejo de admiração, respeito e de ser amado.

Simboliza o arquétipo do rei, da nobreza.

Características: emoção, afeto, força criadora, poder, comando, generosidade, espontaneidade, autoconfiança, liderança, orgulho, vaidade, dramaticidade, ego inflado.

Leão tem a tendência a ser o centro das atenções, e esta particularidade pode expressar-se de forma positiva ou negativa.

Simboliza "estar no palco", fazendo arte, com paixão, ou sendo dramático nas tramas da emoção...

Mitologia de Leão

Símbolo do poder vital e da soberania solar, Leão está ligado ao calor, à luz. Este animal aparece no Bhagavad-Gita, sob os traços de Krishna "leão entre os animais"; enquanto Buda é "leão dos Cakya" e Cristo é o "leão de Judá". Aos olhos dos hindus, o leão é uma manifestação do verbo criador. Guardião do misterioso castelo no ciclo arturiano e na conquista do Graal.

O mito do Leão de Neméia ilustra bem a dinâmica leonina. Hércules, no primeiro de seus doze trabalhos, enfrentou o leão, em frente a sua caverna, atirando-lhe flechas. Mas o animal era invulnerável a este tipo de ataque, devido à influência de Hera, que o dotara de poderes contra flechas, tacapes e lanças. A única forma de Hércules enfrentar o leão era entrando na caverna, munido apenas de um archote para iluminar o caminho. Ao enfrentar corpo a corpo o animal, sufocou-o pela garganta e retirou-lhe a pele, fazendo com ela uma vestimenta protetora, que utilizou posteriormente como escudo.

A batalha de homens contra animais é simbolicamente uma representação da luta do ego contra os instintos e impulsos que provém do inconsciente: dessa batalha se definirá a conquista da identidade pessoal.

TEMPO LEONINO

Todos temos o signo/símbolo de Leão em algum ponto de nosso Mapa Astral.

Este ponto, chamado astrologicamente de "casa" será vivenciado sob o simbolismo leonino.

A energia que Leão evoca é a de emoção, auto-expressão e criatividade, as principais características deste signo de elemento fogo, que rege o coração.

A casa astrológica em que Leão está no Mapa será muito importante para nós, o centro do Mapa, um ponto essencial de grande energia, emoção e força criativa.

Podemos também ter planetas no signo de Leão, e a energia que o planeta representa será vivenciada sob as características leoninas.

O período do ano em que o Sol transita Leão (22 de julho à 22 de agosto) é ideal para resgatarmos a criança interior, em sua expressão espontânea, criativa.

É um tempo que fala da força do amor, da nobreza de sentimentos, da generosidade, do prazer, do lazer.

Mas também do cuidado para não sermos autoritários, orgulhosos, centralizadores.

O poder do amor é o poder de Leão, a consciência, a essência, o centro do ser.

Fazer brilhar o Sol interior, um recado leonino a todos nós nesse momento!

Fonte: http://www1.uol.com.br/bemzen/pre_horoscopo.html

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Leonina Pride, no mínimo...

Ainda na correria! Mode on twitter...

Mas ainda assim, façam bom Aproveito!

video

E o bom é que ir ao banheiro é super em conta!

segunda-feira, 20 de julho de 2009

You are not alone...

Queridas(os ) leitoras(es )

Passo mui rapidamente para dizer que talvez não poste tanto essa semana pois estou a resolver algumas coisinhas. Na boca das férias estou com muito para fazer, filha e marido pra cuidar mas não queria que Zacarias ficasse ilustrando o blog, néam!

Deixo a sugestão de um trabalho que AMO!

Começemos pela questão da peculiaridade: O que o blog dessa humilde escritora que vos fala tem a ver com a revista Carta Capital?

CartaCapital - 04:35
Revista de política, economia, negócios e variedades.
Edições Anteriores
Política
Economia
Quem Somos
Expediente
Cultura
Colunistas
Sociedade

Assustei vocês não é!
A Revista Carta Capital traz uma das sessões mais inteligentes e divertidas que já vi!

Em BLOGS DO ALÉM você terá a possibilidade de ver como pessoas relevantes ( ou não ) para o mundo se comunicariam através dessa ferramente tão importante ( ou não ) do mundo moderno: os blogs.
Quem você irá encontra lá?!





Napoleão Bonaparte, Elvis Presley, Platão, Tim Maia ( rsrsrsrs ) ... é garantia de diversão inteligente na certa!


Hope you Enjoy It!

Te dou 15 minutos!

domingo, 19 de julho de 2009

sábado, 18 de julho de 2009

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Monotonia ou fidelidade?!

Não sou do tipo que compra zilhões de maquiagem...
Eu tenho uma espécie de "TOC" que me faz usar a que está aberta até o fim...
Aliás eu faço isso com shampoo, condicionador, hidratante, perfume...
Estou tentando me curar disso.

Passei a rasgar o lacre das sombras e já me achava "danadinha"...
Comecei a usar as cores novas nos fins de semana...

Não sou do tipo que compra milhões de maquiagem...
Atribui isso ao "TOC"...

Mas vejam voces quatro das minhas palettes de sombra:

Lancôme, Stila, Contém1Gr, Avon

Earth tones...

Definitivamente, eu sou mulher de uma maquiagem só...

E vocês, com que frequência investem em acessórios, maquiagem, roupas...
Mais importante: com qual frequência realmente usam tudo o que consomem...

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Chinelinho de Salto - Claro que não!

















Sapatos são e sempre serão um issue para mim.
Assim como óculos de grau ou sol, mesmo sendo mega magra ou mega rica eu ainda assim investiria mais em acessórios que em roupa, de sapato eu não abro mão.

Não nasci ryca, e já usei sapatos feios, desbotados, desconfortáveis, furados, arrebentados... Enfim, se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi, e a partir do momento em que comecei a trabalhar e ter meu dinheirinho fui adquirindo meus sapatinhos ( lógico que sempre de olhos nas promoções pois consumismo por consumismo, ainda mais desenfreado, não é legal ) do jeito que sempre quis, nas mais variadas cores, modelos, materiais...

Alguns modelos em particular despertam minha paixão e eterna fidelidade, já outros... Bem, despertam o que poderia ser classificado de nojinho mesmo! Os famigerados chinelinhos de salto!
Cada mergulho é um flash!


Vamos nos apegar ao fabuloso mundo das letras e lançar mão da semântica:

chi.ne.lo
1. tipo de calçado feito de borracha, PVC, couro, palha, tecido ou outro material; possui o formato aproximado do contorno de cada um dos pés

Essa definição é super friendly! Fala do material e do formato e eu não vejo nada referindo-se a aplicação de um solado de plataforma para tornar o chinelo algo mais, digamos... interessante.


"Só no sapatinho -oh oh!"

Minha veia curiosa me faz ir além:

sm (masc de chinela) 1 Calçado sem tacão e sem contraforte, para uso doméstico. 2 Sapato velho e acalcanhado.

Ficou boiando pois não sabe o que é tacão, o Michaelis continua explicando:
ta.cão1

sm
(taco1+ão2) 1 Salto do calçado. 2 Pedaço de sola, de pau ou de cortiça de que ele é feito. 3 pop Indivíduo muito baixo, atarracado. 4 Pateada em teatro. sm pl pop Suíças de pêlos aparados.


Ou seja, a palavra em sua essência e criação exclue o salto. Por que algumas firmas insistem em ir conta a natureza do produto?!
Não consigo fazer a conta: esse tipo de calçado + qualquer roupa = elegância...





Desculpem, mas não consigo associar esse calçado a qualquer coisa bonitinha, nem precisa de finesse não, só não consigo ver delicadeza nele.

Não sou do tipo "havaianas forever and ever", tenho meus pares que uso quando acho necessário e até compreendo nosso "carioca way of living" apesar de não ser uma das adeptas.

As Havaianas são flat, confortáveis e práticas. A silhueta fica super bacana e acho que bem usadas com um jeans imprimem praticidade, despojamento, jovialidade... mas pensem no mesmo modelito com o famigerado chinelinho plataforma. MEDO!

Não consigo empregar esse chinelo nem na praia! Pois imagine se com as "legítimas" a gente já levanta uma areia danada, afunda, se atrapalha, desequilibra e etc, deve ser ainda mais complicado fazer uma caminhada daquela, naquele tipo de solo, com aquele tipo de pisante!

Vou abrir o coração... eu olho, olho, e só consigo ver isso:

=



Desculpem leitoras, se vocês gostam e usam esse tipo de calçado. Repito que meu blog jamais tratará de verdades absolutas mas sim de simples opiniões sobre coisas que não são legais para mim. Assim como eu fico linda de óculos e a Gisele Bündcher não*, o platform chinelow deve ficar bem em alguém! E é isso que vale! Felicidade sempre!


*


Tá!

terça-feira, 14 de julho de 2009

Big Deal!

Quando li na Revista d´O Globo de 14 de junho que " a empresária Fátima Lomba decidiu reagir pois estava cansada de ver todo mundo de óculos enormes, tipo abelha e encomendou 6 modelosà ótica Lunetterie...", fiquei pensando na questão ditadura da moda versus gosto pessoal.

Não sou de fazer auto- análise, mas as vezes as coisas surgem e certos conceitos, opiniões e escolhas ficam muito claros para mim.

Justamente no sábado anterior, consegui assistir um pouquinho de Mulher Maravilha na TCM, nossa, eu AMO a Mulher Maravilha! Não apenas a heroína, mas a produção em si. A estética da época, os efeitos especiais, a continuação meio descontinuada das cenas e é claro, o figurino!
Diana Prince usava óculos muito semelhante a um que eu tenho e que foi paixão a primeira vista!

Pra que laço da super poderes quando se tem esse óculos?!

Ao me deparar com esse modelo não pensei se ele estava na moda, se duraria outras estações, só olhei e me identifiquei com ele. Sabia que ele casaria comigo como aconteceu. Se é too big, vintage ou atemporal, não ligo a mínima!

Sim, é a foto do perfil!!!

Eu amava assistir Sessão da Tarde com a minha avó, conversar com a minha avó sobre as coisas que eram presentes no passado dela, e olha que minha avó não é do tipo phyna, mas a estética, a aura do que ela viveu era.
Escutava as músicas, conhecia as pessoas, aprendia sobre elas...
Olhava o rosto quadrado de Jackie, seus óculos, lenços, sapatilhas e pensava que era tudo tão simples, tão perfeito, despojado e elegante, e é claro, mão podia deixar de notar os óculos...


Phyna pra caralho!

Notava também que alguma coisa naquele rosto fazia a diferença, algo além do formato
mas não percebia o que era...

Por outro lado, me olhava no espelho e achava meu nariz tããããão grande! Jurava que quando crescesse iria operar o danado! Mandar raspar o ossinho de cima, fazer qualquer coisa.

Passou um tempo - MENTIRA - passaram-se ANOS e vi que muitas das mulheres que eu considerava belas, inclusive Jackie não tinham o nariz mais delicado do mundo, mas um nariz de personalidade, como o meu.

Foi quando abracei meu nariz ( oi?! ) e fiz as pazes com ele...
Hoje considero ele lindo, liiindo e sei que ele é o diferencial na hora de empunhar meus mega blast huge óculos de sol.

Eu e "Mr. Big"!

E pra não levar você a exaustão amigo leitor, que se preocupou comigo e sofreu com meu post sobre o wayferer, deixo duas fotitas que deixarão seu coraçõezinho acalentado e farão você acreditar que quando a gente persevera e acredita...


Jackie e eu!

Tudo pode ser, se quiser será!


... vale investir em estilos pretéritos, se jogar nessa vibe vintage e ser feliz!

Moda é como língua, seres vivos em constante adaptação e mudança. O que mais se cobiça realmente não são marcas, mas sim um estilo ou marca pessoal, e isso não se compra em loja, mas surge exatamente daquelas sacadas de observarmos o que existe por aí e ver que servem como nosso assinatura. Quando conseguimos descobrir isso certamente não corremos o risco de nos tornarmos fashion victims.

Costumo dizer que não sigo estilo porque tenho cabelo vermelho e dessa forma tudo me é permitido... Mas a história não é bem essa.
Voltando aos meus ícones, que assim como a Mulher Maravilha, foram pessoas importantes de tempos glamourosos e não as troco por nenhuma atual, não por implicância, mas porque essas mulheres tiveram uma importância além da moda, elas "cresceram comigo" e o que adquiri delas não foi de imediato, aliás só depois de certas constatações é que percebi a influência dessas personagens do meu estilo. Será então a moda uma questão de amadurecimento, consciência e carinho?

Fátima e eu descordamos quando o assunto é tamanho do óculos escuros, mas certamente estamos juntas quando acreditamos que somente buscando o que fica melhor para nós, ficamos bonitas e nos sentimos verdadeiramente bem, verdadeiramente nós mesmas.

E você, como escolhe os ítens que irá usar para fazer diferença e ser você mesma?
Tem alguma historinha pra compartilhar?